NFL está perto de mudar regras sobre execução do Hino dos Estados Unidos

Um dos principais objetivos do encontro dos 32 donos nesta semana em Atlanta era resolver a situação dos protestos durante o hino dos Estados Unidos e parece que eles chegaram ao que acreditam ser uma solução. Segundo Judy Battista, da ‘NFL Network’, os proprietários das franquias aprovaram uma regra em que os jogadores não serão mais obrigados a estarem presentes nas laterais durante a execução dos hinos e poderão optar por permanecer no vestiário. Se, no entanto, eles decidirem ficar nos gramados, precisarão ‘respeitar’ o hino, como escreveu Ian Rapoport, também da ‘NFL Network’. Cada equipe terá o direito de definir como será a sua política em relação a isso.

Segundo a ‘ESPN’, se o jogador permanecer em campo ele será obrigado a permanecer de pé. Essa nova regra dará o poder à Liga de multar times em que atletas ou qualquer outros funcionários que não ‘mostrem respeito apropriado ao hino dos Estados Unidos’. Uma votação no final do dia vai confirmar essa mudança nas regras e ainda de acordo com a ‘ESPN’ já conta com o apoio de 24 dos 32 donos.

Comments

comments