Confira a seleção desse começo de temporada da NFL!

Se a temporada da NFL fosse um jogo de futebol americano, os primeiros 15 minutos já teriam acabado. É, passa rápido! Não podemos exagerar com o que acontece em setembro, mas já é uma amostra relevante para fazermos algumas análises. Ao invés de fazer a seleção da semana 4, resolvi fazer o time com os melhores jogadores desse primeiro quarto de temporada

Inicialmente iria fazer titulares e reservas, mas seria ficar muito no muro “olha coloquei o Tom Brady, mas também coloquei o Alex Smith no segundo time”. Assim é muito fácil. Ah, uma observação importante: essa coluna foi um trabalho bem grande que levou alguns dias, por isso semana não fiz a Craque da Rodada.

Vamos lá!

 

Ataque

Quarterback: Tom Brady – New England Patriots

Tom Brady foi o segundo colocado na corrida pelo MVP em 2016 e esse ano vem jogando melhor ainda. A defesa do time vem sendo uma tragédia, mas o ataque também tem problemas, todos compensados pela genialidade do camisa 12. Os times estão tentando tirar os passes curtos, mas não contavam com Brady sendo muito efetivo em passes longos. Se o conquistar o troféu de jogador mais valioso é uma maratona, o QB dos Patriots está liderando depois dos 10km iniciais.

Running Back: Kareem Hunt – Kansas City Chiefs

Foi difícil tirar Todd Gurley, mas Kareem Hunt é um dos poucos jogadores dessa lista que foram muito bem em todos quatro jogos. Hunt é uma das grandes surpresas da temporada, mas é fácil ver que não é fogo de palha. Nenhum RB quebra mais tackles que ele, graças a sua mistura de força com velocidade. Isso, somado a sua capacidade incrível recebendo passes, o faz o melhor running back da temporada até agora.

Wide Receivers: Stefon Diggs – Minnesota Vikings / Antonio Brown – Pittsburgh Steelers

Vivemos a Era de Ouro dos Wide Receivers na NFL e nesse começo de temporada esses dois nomes estão destacados como os dois melhores. Não é só o fato deles terem os melhores números, mas sim o impacto de ambos em suas equipes. Stefon Diggs é um bom teste para ver se você acompanhava a Liga de perto, porque ele já vinha emergindo como estrela há um tempo e esse ano se colocou na discussão como um dos melhores recebedores. Não fosse Antonio Brown os Steelers poderiam ter apenas uma vitória na temporada. O ataque todo ao seu redor não vem tendo boas atuações, mas Brown carregou seus companheiros nesse começo difícil.

Tight End: Zach Ertz – Philadelphia Eagles

Zach Ertz frustra torcedores do Philadelphia há anos porque mostrava flashes que poderia ser um dos melhores Tight Ends da NFL, mas nunca conseguia uma sequência. Bem, agora ele conseguiu colocar junto quatro ótimos jogos e desenvolveu uma conexão muito boa com Carson Wentz. Ertz é o alvo de segurança desse ataque e o TE mais consistente nesses quatro primeiros jogos. Gronk ainda é o melhor da posição, mas o jogador do Eagles foi melhor nesse começo de 2017.

Linha Ofensiva: Washington Redskins

Expliquei na Live do FA Hoje dessa terça-feira, enquanto uns fingem saberem tudo de linha ofensiva, não faço isso. Eu sei quando um grupo está jogando bem, mas não tenho conhecimento suficiente para destrinchar o que cada um dos cinco jogadores está fazendo bem ou mal, principalmente os do interior. Por isso resolvi escolher uma OL inteira e foi a decisão mais difícil. Fiquei entre Philadelphia e Washington, mas acabei optando pela dos Redskins. Trent Williams vem tendo um ano fantástico e é o melhor Left Tackle da NFL nesse momento. Brandon Scheriff, originalmente tackle, também vem se firmando como um dos melhores Guards da Liga. Contra os Chiefs não foi uma grande atuação pelo chão, mas Kirk Cousins foi muito bem protegido enquanto Williams esteve em campo.

Defesa

Edge Rushers: Justin Houston – Kansas City Chiefs / Demarcus Lawrence – Dallas Cowboys

Edge Rushers é uma denominação que engloba os DEs de esquema 4-3 e OLBs de 3-4, basicamente os jogadores que jogam mais abertos na linha de scrimmage e que tem como principal missão ir atrás do quarterback adversário. Pela primeira vez em muito tempo Justin Houston voltou a lembrar o jogador de 2014 que teve 22 sacks e era a superestrela menos conhecida da NFL. Houston não tem nenhuma falha no seu jogo e está ancorando a defesa dos Chiefs. Demarcus Lawrence tem incríveis 7,5 sacks em quatro jogos e tem sido fantástico na defesa do Dallas Cowboys. Se a temporada terminasse agora, Lawrence teria grandes chances de ser o Defensive Player of the Year.

Defensive Tackles: Ndamukong Suh – Miami Dolphins / Geno Atkins – Cincinnati Bengals

Se você achar que não dá para colocar um jogador do Miami Dolphins por causa desse começo tenebroso e pelo fato deles terem jogado apenas três partidas, não posso te culpar. Ao mesmo tempo, não posso punir Ndamukong Suh pelo ataque dos Dolphins ser completamente inoperante. Suh continua jogando em altíssimo nível e é o principal motivo pelo qual a defesa do time ainda não permitiu que um RB adversário corresse para mais de 50 jardas. É incrível como um jogador que foi primeira escolha geral, All Pro em cinco dos seus seis anos na NFL e que assinou um dos maiores contratos da história seja subestimado, mas é esse o caso. Assim como Suh, Geno Atkins não tem culpa do começo ruim dos Bengals. É difícil medir o impacto de um DT e olhar para os números normais não vai te ajudar, mas é bem simples notar o impacto de Atkins com os seus olhos.

Linebackers: Luke Kuechly – Carolina Panthers / Sean Lee – Dallas Cowboys

Luke Kuechly voltou e você não precisa ser torcedor do Carolina Panthers para apreciar isso. Kuechly é o melhor linebacker da NFL e está jogando sem qualquer limitação. O que faz com que ele seja tão especial? Luuuuuuke é um LB completo, mas sua principal qualidade é marcando contra o passe, o que ele faz melhor do que ninguém. Sean Lee é o coração da defesa do Dallas Cowboys e a sua ausência no jogo de domingo contra os Rams só faz mostrar isso. Lee é daqueles linebackers que patrulha o campo todo e mesmo aos 31 anos e um histórico de lesão, ainda tem muita velocidade.

Cornerbacks: Josh Norman – Washington Redskins / Marcus Peters – Kansas City Chiefs

Lembra quando achavam que Josh Norman era um jogador de sistema que não daria certo fora dos Panthers? É, faz tempo. Norman assinou um mega contrato no ano passado e vem justificando cada centavo. O CB é o principal destaque da surpreendente defesa do Washington Redskins. Marcus Peters não teve uma boa partida contra os Redskins, o que foi maximizado por ser no Monday Night Football, mas foram poucos os jogadores nessa lista que tiveram quatro partidas perfeitas. A habilidade de Peters roubar a bola compensa as jardas que eventualmente cede, mas até isso vem sendo minimizado porque os quarterbacks simplesmente estão evitando lançar a bola na sua direção com medo de vê-la roubada.

Safeties: Harrison Smith – Minnesota Vikings / Landon Collins – New York Giants

Harrison Smith não teve uma boa reta final de 2016 após lidar com problemas físicos. Em 2017, no entanto, ele está 100% e comandando o fundo de campo da defesa do Minnesota Vikings. Landon Collins não vem tendo os mesmos números fantásticos de 2016, mas não pense que está jogando pior. Assim como o resto da defesa dos Giants, ele não teve sua melhor atuação contra os Bucs na última rodada, não foi exatamente ruim mas esperamos mais dele. Collins é uma máquina de tackle, melhor Safety contra o jogo terrestre e também desenvolveu muito seu jogo contra o passe.

Kicker: Greg Zuerlein – Los Angeles Rams

Sempre me enchem o saco nessas seleções porque não coloco Kicker, então dessa vez escolhi um. Sabe o que fiz? Olhei para as estatísticas e selecionei o com melhores números. Ao contrário das outras posições, é o suficiente com chutadores.

 

Comments

comments