Seahawks acreditam que Russell Wilson quer deixar a equipe. E agora?

Russell Wilson impôs esta segunda-feira, dia 15 de abril, como o deadline para acertar sua renovação contratual com o Seattle Seahawks. Um dia antes desse prazo o ‘Pro Football Talk’ noticiou que a franquia acredita que na verdade o quarterback quer se transferir para um novo time, agitando a NFL em um período relativamente morto do calendário.

Vale lembrar que em fevereiro Colin Cowherd, apresentador da Fox Sports dos EUA, noticiou que Wilson gostaria de ir para o New York Giants:

 

Informação que Tyrann Mathieu (sim, o Honey Badger) também postou em seu Twitter neste final de semana:

 

Ao torcedor do Seattle Seahawks sugiro que tenha calma. Russell Wilson está no último ano de contrato, ao meu ver não passa de uma manobra para ganhar maior poder de barganha e, consequentemente, um salário melhor. Essas negociações contratuais são um processo, de um lado o time tentando pagar a menor quantia possível e do outro o agente tentando extrair cada centavo. Cada parte apenas faz o seu trabalho.

Na NFL os jogadores tem menos poder de barganha nas negociações do que em outras ligas. Contratos não garantidos e a franchise tag causam isso. O que estamos vendo agora são atletas tomando atitudes menos ortodoxas para tentar elevar seu valor, como Antonio Brown e Le’Veon Bell por exemplo. Não me surpreenderia se mais estrelas começassem a ser mais agressivas em busca de salários melhores. Russell Wilson vai receber apenas 17M em 2019, uma das maiores barganhas em toda a liga. É justo que o QB se aproxime o máximo possível de Aaron Rodgers e seus 33,5M anuais.

E se for verdade?

Primeiro preciso ressaltar que deve haver um fundo de verdade nisso tudo. Para Russell Wilson e os seus representantes darem essa posição, o quarterback precisa estar preparado para a remota possibilidade de que ele possa deixar o Seattle Seahawks. Mas vamos supor que seja real e que o objetivo de Wilson seja mesmo deixar os Seahawks (o que não acredito ser verdade, para mim é apenas uma manobra de negociação).

Eu apoio que os jogadores exerçam mais o seu poder e reconheço que há um desequilíbrio nas relações empregatícias na NFL. Russell Wilson tem todo direito, na teoria, de querer jogar por outro time. Dito isso, os Seahawks não tem nenhuma obrigação de atender esse desejo. Wilson é um dos cinco melhores quarterbacks da NFL, o que o torna um dos atletas mais valiosos nos esportes americanos. A equipe pode usar a Franchise Tag e realisticamente mantê-lo até 2021. É a forma ideal? Claro que não, mas é o direito que Seattle tem.

 

 

Se o Seattle Seahawks acatar o pedido, o que indicaria o início de um processo de reconstrução, a franquia deveria trocá-lo agora. Mesmo se tratando de um jogador de 30 anos no último ano de seu contrato, o valor de Russell Wilson ainda seria gigantesco e acredito que múltiplas escolhas de primeira rodada seriam necessárias. Menos que duas os Seahawks desligariam o telefone. Duas escolhas de primeira rodada + uma terceira ou quarta parece ser um preço justo.

O que vai acontecer?

Meu palpite, de alguém já cobre NFL há algum tempo e acompanha a Liga há ainda mais tempo, é que esse artigo se tornará velho bem rápido e ainda nesta segunda-feira veremos noticiada a renovação contratual de Russell Wilson. Provavelmente o salário não será maior do que o de Aaron Rodgers, mas aposto em uma porcentagem garantida maior.

Aposto em três anos, 96 milhões de dólares 100% garantidos – Esses três anos permitem que Russell Wilson volte ao mercado com 33 anos, uma idade em que ainda pode receber um contrato muito lucrativo se tratando de quarterbacks. Seria uma média de 32M por ano, que o coloca um pouco abaixo de Aaron Rodgers como o segundo mais bem pago da NFL, mas com o valor totalmente garantido como o de Kirk Cousins.

.

.

Podcast FA Hoje MUITO especial chegando para você! Gabriel Martins fez uma entrevista EXCLUSIVA com ninguém mais ninguém menos do que Durval Queiroz, o primeiro jogador brasileiro do FABR a chegar na NFL. Os dois conversaram sobre todo o processo que levou Duzão ao Miami Dolphins, detalhes do período de treinamentos, expectativas para o futuro e MUITO mais! Escute!

 

Como escutar o Podcast em celular Android | Como escutar o Podcast em iPhone

Spotify

iTunes (iPhone)

Soundcloud (Android e outros sistemas operacionais)

Nos escute no Google Podcast (só buscar FA Hoje no app)

Stitcher (Android e outros sistemas operacionais) 

Deezer

Comments

comments