Philadelphia Eagles atropela o Minnesota Vikings e garante vaga no Super Bowl

Não vai ser esse ano que um time jogará o Super Bowl em casa. O Philadelphia Eagles atropelou o Minnesota Vikings pelo placar de 38 a 7 com direito a grandes atuações de Nick Foles e da defesa. Com a vitória os Eagles vão disputar pela terceira vez o Super Bowl, podendo conquistar o Troféu Lombardi pela primeira vez.

O Minnesota Vikings abriu o jogo muito bem, com um excelente primeiro drive que terminou com um touchdown do TE Kyle Rudolph. Infelizmente para o torcedor dos Vikings, esse foi o único momento bom no primeiro tempo. A defesa dos Eagles superou essa primeira campanha ruim e não deu muitos espaços para o adversário. E não foi só isso. Patrick Robinson interceptou Case Keenum e retornou para TD, empatando o jogo. Não demorou muito para a virada, em uma corrida de 11 jardas de LeGarrette Blount.

Os visitantes voltaram a mover bem a bola, mas ao chegar na redzone Keenum acabou sofrendo um fumble, forçado por Derek Barnett e recuperado por Chris Long (o mesmo que bateu no braço do QB no lance da interceptação). Philadelphia aproveitou e Nick Foles encontrou Alshon Jeffery para um TD de 53 jardas num belíssimo passe.

Mike Zimmer e a comissão técnica do Minnesota Vikings devem ter conversado muito no vestiário sobre o que fazer para virar o jogo. Não tem como saber quais foram as instruções, apenas que não deram certo. Nick Foles continuou movendo a bola com facilidade pelo ar e no outro lado a defesa dos Eagles não cedia nada. Quando os Vikings chegaram à redzone não conseguiram entrar na endzone em quatro tentativas.

Com o placar dominado o Philadelphia Eagles só precisou gastar o relógio, que parecia passar mais devagar com essa ausência de 14 anos no Super Bowl. O adversário será o mesmo de 2004, o New England Patriots, daqui a dois domingos.

Comments

comments