Para Joe Mixon o ataque dos Bengals será um pesadelo para defesas

Antes de mais nada: a NFL está de volta! Sim, é pré-temporada, mas vale qualquer coisa para matar a saudade da bola oval. E vai dizer que você não gosta de assistir os jogos para se aquecer para a temporada regular?

Agora para o assunto de hoje.

O Cincinnati Bengals é uma espécie de patinho feio na AFC Norte. Na mesma divisão que Steelers (que mesmo faltando 2 B’s que compunham o famoso trio do time não podem ser descartados), Ravens e Browns (ambos times com grandes expectativas por causa dos seus elencos) os Bengals acabam sobrando e ficando à sombra dos rivais. Mas o time quer voltar para aos holofotes e brigar pelo título da divisão. Zac Taylor, novo head coach da equipe, tem a tarefa de fazer os Bengals cresceram na divisão e na NFL. E pelo menos Joe Mixon, running back da equipe, tem gostado do que Taylor está fazendo com o ataque.

“Esquematicamente, você sabe que o técnico Taylor chegou, o jeito que ele organiza tudo, é louco. É bem diferente do que todos viram nesses últimos anos dos velhos Bengals. Técnico Taylor, ele fez de um jeito que vai ser um pesadelo para a defesa. Estou ansioso para isso. Todo mundo tem que assumir a responsabilidade de dar o melhor de si mesmo nesse ataque. Você pode contar com as pessoas e líderes aqui para entregar isso.”.

Os Bengals não tem um ataque de todo ruim, mas precisa ser polido. Andy Dalton não tem jogado muito bem tem um tempinho e talvez seja ele que mais precise ser lustrado, mas não é de todo mal. O time conta com os wide receivers A.J. Green (ótimo jogador, mas desfalcará o time por um tempo devido à lesão sofrida) e Tyler Boyd, cuja boa temporada lhe rendeu um novo contrato nas últimas semanas. O tight end Tyler Eifert, se conseguir se manter saudável, será outra boa opção para Dalton utilizar. E vindo do backfield terá Mixon, que não foi muito utilizado no ataque aéreo, mas no terrestre foi bem sucedido (foi o quarto colocado em jardas corridas, com 1168 jardas).

Taylor vai tentar repaginar esse ataque. Os demais jogadores vão ter que dar o melhor de si para faze-lo fluir. A AFC Norte está imprevisível para essa temporada, mas mesmo não levando a divisão quem sabe os Bengals não saiam da mesmice e surpreendam?

 

 

Nesta edição do Podcast FA Hoje Gabriel Martins e Marco Túlio Bayma passaram pelas últimas notícias da NFL, como a renovação contratual de Michael Thomas, a encruzilhada que os Cowboys se encontram, novidades para o brasileiro Durval Queiroz e muuuuuito mais. Escute!

Como escutar o Podcast em celular Android | Como escutar o Podcast em iPhone

Spotify

iTunes (iPhone)

Soundcloud

Nos escute no Google Podcast (só buscar FA Hoje no app)

Stitcher (Android e outros sistemas operacionais) 

Comments

comments