OPINIÃO: Os 5 piores donos de time na NFL

Existem muitos fatores que levam uma franquia ao sucesso ou fracasso. Bom quarterback, boa comissão técnica, um front office competente. Tudo começa, no entanto, com os donos. Não é coincidência que os melhores times da NFL também tem os melhores proprietários, pessoas que sabem quem contratar, quando intervir e quando deixar os profissionais trabalharem. Você pode até não conhecê-los de nome, mas sabe quem são os piores entre os 32 owners. E hoje farei minha lista de quem são os cinco mais ineptos nessa função tão importante.

É uma lista extremamente subjetiva e se você discordar de como ficou provavelmente não estará errado(a). Tive muita dificuldade em comparar quem está há mais ou menos tempo no cargo, entrarei em detalhes mais para frente.

Menções “Honrosas”

 

Tom Benson – New Orleans Saints

Aos 90 anos e com alguns problemas de saúde recentemente, duvido que Tom Benson esteja muito envolvido no dia-a-dia do New Orleans Saints. Dono desde 1985, Benson comandou por muito tempo uma das franquias de menor sucesso em toda a NFL, até o título do Super Bowl XLIV. O meu principal problema com Benson, no entanto, é como ele pode deixar que Mickey Loomis possar ser o GM dos Saints e também do outro time da familia, o New Orleans Pelicans (da NBA).

Woody Johnson – New York Jets

Tudo bem, ele teve o azar de comprar o New York Jets logo quando Belichick e Brady começaram a dinastia em New England, fica difícil competir. O processo de compra da franquia inclusive foi um dos fatores que fizeram Bill Belichick pedir demissão após um dia como head coach dos Jets, indo para o rival Patriots. Johnson nunca conseguiu impedir que as crises da equipe virassem um circo maior do que em outros times e agora vai para mais uma reconstrução do elenco, enquanto ele próprio assumiu o cargo de embaixador dos Estados Unidos no Reino Unido.

Martha Ford – Detroit Lions

Essa foi uma das escolhas mais difíceis da lista. O Detroit Lions é uma das piores franquias da história da NFL, não há dúvida quanto a isso, mas ela só é a dona sozinha desde 2014 após o falecimento do seu marido, então dá para colocar os fracassos de cinco décadas na sua conta? Desde que Martha Ford assumiu o controle da franquia oficialmente são duas idas aos playoffs em três anos, grande sucesso para o padrão dos Lions. Ainda assim, não dá para desassociá-la de tudo que aconteceu antes.

 

Top 5

 

 

5º Jim Irsay – Indianapolis Colts

Jim Irsay não era o dono dos Colts quando a equipe saiu de Baltimore em uma das mudanças mais traumáticas da história da NFL, mas assumiu o cargo de Vice-Presidente e GM logo no primeiro ano em Indianapolis, em 1984. Vou absolvê-lo da troca que mandou John Elway para Denver, essa é culpa do pai dele. Qual crédito Irsay tem? Ser o dono quando Peyton Manning e Andrew Luck foram draftados? A razão desse time ter vencido um Super Bowl é a grandeza de Manning, o dono teve pouca ou nenhuma importância nessa conquista. Fora de campo Jim já foi preso por dirigir embriagado e por ilegal de drogas, precisou ir para uma clínica de reabilitação, foi suspenso pela NFL (raro um dono ser suspenso).

 

4º Dean Spanos – Los Angeles Chargers

Dean Spanos é um fracasso como dono esportivamente e administrativamente. Em campo ele não consegue evitar ou resolver problemas entre a diretoria e a comissão técnica, e nunca conseguiu aproveitar o auge de Philip Rivers e LaDainian Tomlinson. Fora das quatro linhas a situação é pior ainda. Spanos é um dos que tem menos dinheiro entre os 32 donos e passou anos tentando forçar a cidade de San Diego a construir um novo estádio, o que nunca conseguiu. Ele acabou forçando a mudança para Los Angeles quando ninguém queria os Chargers lá, será inquilino dos Rams e o time não consegue encher um estádio de 27 mil lugares.

 

3º Dan Snyder – Washington Redskins

Uma história emblemática para ilustrar o quão ruim Dan Snyder é como dono e como ser humano: os Estados Unidos passaram por uma enorme crise financeira entre 2008 e 2009. Muitos donos de ingressos de temporada que não podiam mais pagar por eles foram processados pela franquia. Isso mesmo, fãs leais, que frequentavam jogos alguns há mais de uma década, foram colocados na justiça por não terem pago o que era estipulado no contrato dos Season Tickets, enquanto existia uma lista de espera de milheres de pessoas que queriam esses lugares no estádio. É inacreditável.

A forma como lidou com a polêmica envolvendo o nome Redskins também é trágica. Tudo bem, sei que muitos de vocês que estão lendo não veem problema no nome, mas a forma como Snyder agiu em meio essa história foi péssima. Ele tentou pagar tribos indígenas para apoiarem publicamente a franquia, mentiu quando disse que era uma homenagem a um antigo head coach da franquia que era descendente de indígenas quando na verdade o mesmo era de família alemã. Snyder foi acusado até mesmo de corrupção, tendo supostamente subornado membros do Departamento Nacional de Parques dos Estados Unidos para poder construir uma mansão em área de preservação. Ele poderia ser presidente de um clube no futebol (da bola redonda) do Brasil.

 

2º Mike Brown – Cincinnati Bengals

Antes do Cleveland Browns ser o Cleveland Browns, o posto de pior franquia da NFL era inquestionável do Cincinnati Bengals. A lista de fracassos é enorme, como por exemplo ter demitido Bill Walsh quando ele já mostrava sinais de que seria um grande head coach e a insistência contar formar sequer uma rede de olheiros. Agora claramente a equipe não consegue mais evoluir sob o comando de Marvin Lewis, nem mesmo as derrotas na primeira semana dos playoffs estão chegando, e nada de demitir o treinador. Brown provavelmente não é a pior pessoa nessa lista, mas no quesito esportivo o histórico é tão ruim que ele subiu no ranking.

 

1º Jimmy Haslam – Cleveland Browns

Por onde começar? Uma das franquias mais importantes da NFL, o Cleveland Browns é o pior time da Liga desde seu retorno em 1999. Incontáveis head coaches, general managers e quarterbacks passaram por lá e não tiveram sucesso. E fora dos Browns seu histórico também não é limpo, muito pelo contrário. Haslam é dono de uma rede de postos de gasolina que foi processada e teve que pagar 148 milhões de dólares em indenizações por fraude na hora de abastecer carros com gás natural.

Desde que comprou a franquia em 2012 o time tem 19 vitórias e 45 derrotas (!!!). A lista de fracassos contém histórias inacreditáveis, como por exemplo em 2014, quando o time encomendou um estudo caríssimo para definir qual QB draftar e que indicou que Teddy Bridgewater deveria ser o escolhido (não foi um estudo perfeito já que era o Draft de Derek Carr, mas…), só que um mendigo teria dito a ele que Johnny Manziel deveria ser o selecionado. Não sei se é verdade, mas é uma história que a imprensa americana toda conta (a parte do mendigo talvez seja fantasiosa, mas o estudo e, obviamente, a ida de Manziel para os Browns foram reais).
.
.
.

Já virou rotina para o fã de NFL, segunda-feira é baixar o Podcast FA Hoje para escutar a análise completa de todos os jogos do domingo. Nossa equipe acompanha todas as partidas e te deixa informado de tudo que rolou nessa semana 9, escute agora!

 

Como escutar o Podcast em celular Android | Como escutar o Podcast em iPhone 

iTunes (iPhone, iPad, iPod)

Stitcher (Android e outros sistemas operacionais)

Novidade: Deezer

Soundcloud

4shared

Comments

comments