OPINIÃO: Entenda a novela Colin Kaepernick & Baltimore Ravens

Os últimos dias foram de muita emoção na novela Colin Kaepernick. Com a lesão de Joe Flacco, o próprio head coach do Baltimore Ravens veio a público falar da possibilidade de assinar com quarterback, mas acabou contratando um desconhecido vindo do FA indoor. Quando o reserva imediato de Flacco, Ryan Mallett, lançou sete interceptações em um treino, pipocaram notícias de que a equipe ainda tinha interesse em Kaepernick, mas nesta segunda-feira contratou um outro desconhecido. Afinal, eles querem ou não o ex-49ers?

Vamos por partes, porque é uma situação que tem nuances que não podem ser explicadas em 140 caracteres de um Tweet ou apenas no título e chamada de uma matéria. Primeiramente, a lesão de Joe Flacco supostamente não é séria. A notícia inicial era que o problema nas costas deixaria o jogador de fora entre três e seis semanas, mas os Ravens desmentiram essa versão e a posição oficial é de que levará apenas sete dias para o veterano voltar aos gramados. Lesões na coluna muitas vezes são traiçoeiras, sempre costumo dizer que a gente não escuta falar de um atleta que tinha esse tipo de problema, costuma ser algo que o acompanha o resto da carreira e da vida.

Por que isso é importante? Porque o Baltimore Ravens, publicamente, acredita que é algo simples e que Joe Flacco estará de volta ao time em pouco tempo. Então eles não estão procurando alguém que possa ser titular ou que pelo menos possa desafiar Ryan Mallett pelo cargo de QB reserva. A franquia quer apenas o chamado ‘camp arm’, ou seja, um jogador minimamente capaz de ser o quarterback durante os treinamentos, já que sem Flacco restavam apenas dois. Não são só os titulares que vão para campo no Training Camp, normalmente existe equipe 1, 2 e 3, ou seja, muitos snaps que precisam de um passador, o que seria muito trabalho para apenas dois.

Se o objetivo é de ter apenas um ‘camp arm’, de fato não faz sentido contratar Colin Kaepernick. O próprio ex-49ers provavelmente não aceitaria. Assinar com Kaepernick é um compromisso de que ele será, no mínimo, o seu reserva imediato e provavelmente seria o melhor QB2 da NFL, muito superior a Ryan Mallett. Se o camisa 7 for para Baltimore, não será para cobrir snaps com o time C durante o Training Camp, a chegada dele representaria a dispensa de Mallett, o que os Ravens não parecem dispostos a fazer nesse momento.

Todo mundo sabe o porquê de Colin Kaepernick estar nessa situação, não preciso nem gastar tinta virtual sobre isso. Se eu fosse o GM do Baltimore Ravens, não hesitaria em assinar com o quarterback. Lesões nas costas, como escrevi, são traiçoeiras e não dá para entrar em uma temporada com Ryan Mallett como o seu plano B. Parece, no entanto, que os Ravens estão seguros que Mallett não precisará entrar em campo e que Flacco estará 100% para a semana 1. Se Kaepernick não tivesse tudo que o envolve fora das quatro linhas, ele já teria time. Mas temos que lembrar, novamente, que a maioria esmagadora dos 32 donos são de uma posição política que se opõe aos protestos do jogador. O próprio Steve Bisciotti, proprietário dos Ravens, é um grande doador do partido Republicano. Não há como afirmar com certeza, mas não seria surpresa se ele vetar a contratação.
.
.
.
Podcast FA Hoje em ritmo de Temporada Regular com MUITA notícia para debatermos. Teve Odell Beckham revelando que quer ser o jogador mais bem pago da NFL, um possível novo time para Kaepernick e muito mais. Também discutimos o polêmico estudo que liga o futebol americano à doenças degenerativas, escute agora!

iTunes (iPhone, iPad, iPod)

Stitcher (Android e outros sistemas operacionais)

Novidade: Deezer

Soundcloud

4shared

Comments

comments