OPINIÃO: Draftar o QB errado é melhor para os Giants do que escolher Saquon Barkley

É a última vez que escreverei sobre esse assunto, prometo. Quem acompanha o meu trabalho no FA Hoje sabe que há meses minha posição sobre os planos do New York Giants com a segunda escolha geral do Draft não mudou. Já tive muitas opiniões fortes sobre NFL a respeito de várias equipes, mas talvez por se tratar dos Giants, meu time do coração, sinto uma urgência maior. Por isso é hora de ser um pouco mais incisivo. Grandes são as chances de você saber que não tenho qualquer sombra de dúvida que a franquia deve selecionar um quarterback. Agora vou mais além, e juro que é algo que realmente penso e não é apenas para causar polêmica. É o seguinte:

É melhor para o New York Football Giants draftar o quarterback errado do que selecionar Saquon Barkley. 

Não quero repetir muito do que já escrevi aqui, mas resumindo: esse elenco atual dos Giants não é tão ruim a ponto de ter a segunda pior campanha da NFL. Só de ter um head coach com um cérebro e Odell Beckham, sem nenhuma melhora além disso, esse time vai vencer no mínimo seis jogos. Isso te tira da posição ideal para selecionar um quarterback. A franquia caiu de paraquedas numa segunda escolha geral na classe considerada mais talentosa para QBs em muitos anos. É uma oportunidade única, que não pode ser desperdiçada. E selecionar um Running Back, por mais fantástico que Saquon Barkley venha a ser, é um desperdício.

Você não vai encontrar um Saquon Barkley no restante do Draft. Só que você pode achar um Le’Veon Bell (2ª rodada), David Johnson (3ª rodada), Jordan Howard (5ª rodada). E esses são os melhores cenários possíveis. Se tem algo que a NFL mostra atualmente é que ter um Running Back 1 que fique todo tempo em campo está bem longe do topo de prioridades dos times. Para que então gastar a 2ª escolha geral em um?

Depois de um debate sobre esse assunto no Twitter nesta terça-feira entendi porque existe uma grande parcela da torcida que não quer um novo quarterback. É a crença de que Eli Manning ainda pode jogar em alto nível. Isso é uma ilusão. São dois anos péssimos em seguida, não foram só problemas na linha ofensiva e/ou jogo terrestre. Manning foi péssimo. Ele pode não ter passado pelo declínio vertiginoso que Peyton teve de 2014 para 2015, mas o braço do camisa 10 não é mais sombra do que um dia foi. Ano passado já havia motivos reais para ter escolhido um substituto. Em 2017 não há razão para não selecionar um.

Se os Giants selecionarem um quarterback e ele não se tornar o Franchise QB, não será a primeira nem a última vez que isso acontece. Só que é melhor fazer essa aposta que desperdiçar essa segunda escolha geral em uma posição que é muito menos valiosa, por mais talentoso e seguro que Saquon Barkley seja. Você pode recriar a produção de Barkley com dois ou três bons RBs. Para um QB não há solução: ou o seu time tem um, ou não tem. Não dá para condenar o New York Giants se Barkley for um sucesso e o passador selecionado seja um Bust. É a escolha certa a ser feita, não importa o resultado.

.
.
.
Podcast FA Hoje em clima de Draft! Não conseguimos pensar em outra coisa que não seja o evento que começa nesta quinta-feira e nesta edição do programa nossa equipe fez um Mock Draft das primeiras escolhas ao vivo no programa. Quem será que o seu time selecionou? Confira!

 

Como escutar o Podcast em celular Android | Como escutar o Podcast em iPhone

iTunes (iPhone, iPad, iPod)

Stitcher (Android e outros sistemas operacionais)

Novidade: Deezer

Soundcloud

4shared

Comments

comments