OPINIÃO: Chiefs fizeram rebuild silencioso e troca de Alex Smith finaliza o processo

Quando Alex Smith chegou a Kansas City em 2013, era claro que ele seria o franchise quarterback da equipe. O atleta vinha de seus melhores anos com os 49ers e elevaria de nível um elenco muito talentoso, com um treinador que conseguiria extrair o máximo de seus jogadores.

Em quatro dos cinco anos, Smith levou os Chiefs aos playoffs, com um desempenho excelente dentro da divisão mais forte da NFL no período. O problema foi que em janeiro, tirando uma vitória contra uma equipe anêmica dos Texans, Smith só acumulou derrotas. Duas delas simbólicas: contra os Texans esse ano e contra os Colts na primeira temporada depois de estar vencendo por 38 a 10.

Em algum momento entre as duas derrotas, os Chiefs perceberam que ele não era o cara que traria o Super Bowl para Kansas City. Mantê-lo, mesmo após o melhor ano da carreira de Smith, seria um erro. É preciso acreditar no seu franchise quarterback, sempre.

Silenciosamente, o time iniciou uma renovação, mandando embora veteranos e renovando o elenco. Marcus Peters, Chris Jones, Tyreek Hill, Dee Ford, Reggie Ragland e Patrick Mahomes, todos no contrato de calouro, serão a espinha dorsal da equipe junto de Eric Berry, Travis Kelce e Justin Houston.

O elenco é novo, mas forte e muito talentoso. Com a volta de Spencer Ware, o backfield fica ainda mais dinâmico e Mahomes poderá ser titular sem tanta pressão. Isso deve ajudar a minimizar seus erros nos primeiros jogos, e uma personilidade forte o ajudará a dar a volta por cima em outros.

A troca rende para os Chiefs uma escolha de terceira rodada e um bom cornerback em Kendall Fuller, que já chega para ser titular do lado oposto de Marcus Peters. No ano passado, os Chiefs transformaram uma mesma escolha de terceira rodada no líder de jardas corridas da NFL.

Se Mahomes dará certo ou não, o tempo irá dizer, as amostras que tivemos são animadoras. O quarterback foi bem quando esteve em campo na temporada regular e na pré-temporada. Ainda por cima, a equipe escolha no draft sem a pressão dos jogadores terem que produzir imediatamente.

O bom time de 2013 foi substituído, o talento de Derrick Johnson, Tamba Hali, Jamaal Charles, Dwayne Bowe e Alex Smith foi muito bem reposto. A equipe de 2018 já está construída para ser forte e brigar por títulos em toda próxima década.

.
.
.
Foi dada a largada da semana do Super Bowl! Falta pouco para o grande jogo e nesta edição do Podcast FA Hoje nossa equipe passou pelas últimas notícias de Eagles e Patriots, como por exemplo o status de Gronk, e também o que de mais importante aconteceu na NFL. Escute agora!

Como escutar o Podcast em celular Android | Como escutar o Podcast em iPhone

iTunes (iPhone, iPad, iPod)

Stitcher (Android e outros sistemas operacionais)

Novidade: Deezer

Soundcloud

4shared

Comments

comments