OPINIÃO: 6 candidatos a cargo de Head Coach em 2018

Ainda vamos entrar na semana 11 mas já tem muito time com a cabeça em 2018. Tem muito treinador que sabe que seu futuro no cargo que ocupa atualmente vai durar, no máximo, até a temida ‘Black Monday’. Pensando nisso resolvi listar seis possíveis candidatos a se tornarem head coaches na próxima temporada. 

 

Josh McDaniels, Coordenador Ofensivo – New England Patriots

Josh McDaniels deixou o New England Patriots para se tornar um dos head coaches mais jovens da história da NFL quando assumiu o Denver Broncos em 2009, mas sua passagem foi curta e um fracasso. Em 2012 ele retornou aos Patriots e reconstruiu sua reputação como uma das mentes mais brilhantes quando o assunto é ataque em toda Liga e só não se tornou o HC do 49ers porque desistiu de disputar o cargo. Esse ano McDaniels deve voltar a ser um nome quente entre os times que procuram um novo treinador e ele deve poder escolher entre as principais vagas, como a dos Giants e dos Colts.

 

Jim Harbaugh, Head Coach – Universidade de Michigan

Todo ano é obrigatória a presença de Jim Harbaugh nessas listas, para a fúria dos fãs de futebol americano universitário que não acreditam que ele vá deixar a Universidade de Michigan. Em geral concordo com eles, mas uma vaga específica pode mudar a ideia do ex-HC dos 49ers: o Indianapolis Colts

Harbaugh jogou nos Colts e, mais importante, treinou Andrew Luck em Stanford. Assumir uma equipe que tem um franchise quarterback é ter metade do trabalho já feito. Indianapolis será uma vaga atrativa para todos os candidatos e, se quiser, Jim Harbaugh provavelmente poderá tê-la.

 

Jim Schwartz, Coordenador Defensivo – Philadelphia Eagles

Schwartz não teve uma grande passagem no Detroit Lions, mas não é fácil ter sucesso em Detroit. Depois que saiu de lá fez um excelente trabalho comandando a defesa dos Bills e agora repete isso com o Philadelphia Eagles. Uma experiência negativa como head coach nem sempre é encarado como algo ruim, são vários os grandes treinadores que fracassaram na primeira vez que comandaram uma comissão técnica e na segunda oportunidade vão bem melhor. Pode ser difícil para Philadelphia segurá-lo, mas uma ida ao Super Bowl pode fazer com que possíveis empregadores não queiram esperar até fevereiro para ter um novo HC.

 

Paul Guenther, Coordenador Defensivo – Cincinnati Bengals

O maior interessado em Paul Guenther deverá ser o próprio Cincinnati Bengals, que muito provavelmente não terá Marvin Lewis no ano passado. Se Guenther não despertar o interesse de outros times seria um erro, porque os discípulos de Lewis que se tornaram head coaches em outros times estão indo muito bem (Zimmer no Vikings e Gruden nos Redskins).

 

Kris Richard, Coordenador Defensivo – Seattle Seahawks

O sucesso de Sean McVay em Los Angeles provavelmente vai tirar o medo dos times de apostar em head coaches jovens. Kris Richard, de 38 anos,  está há sete anos na comissão técnica do Seattle Seahawks e desde 2015 é o coordenador defensivo, substituindo Dan Quinn que hoje é o treinador dos Falcons.

 

Harold Goodwin, Coordenador Ofensivo – Arizona Cardinals

Bruce Arians é um dos head coaches mais respeitados da NFL, uma das mentes mais brilhante quando o assunto é ataque. Ele já teve algumas entrevistas para HC nas duas últimas offseasons e deve ser novamente lembrado quando essa época chegar em 2018. É difícil de fora avaliar questões como liderança e ética de trabalho, mas depois de dez anos debaixo da asa de Arians ele é um prospecto muito intrigante.

.
.
.
Já tem programa novo quentinho saído do forno! O Podcast FA Hoje como sempre chega na segunda-feira para falar de tudo que rolou na rodada, com análise de todos os jogos assistidos pela nossa equipe (que são todos os jogos do domingo). Escute agora!

Como escutar o Podcast em celular Android | Como escutar o Podcast em iPhone 

iTunes (iPhone, iPad, iPod)

Stitcher (Android e outros sistemas operacionais)

Novidade: Deezer

Soundcloud

4shared

Comments

comments