Motorista de Uber abusada por Jameis Winston dá declaração sobre suspensão do QB

Infelizmente, o primeiro impulso de muitos em casos de violência sexual é duvidar da vítima. Jameis Winston, quarterback do Tampa Bay Buccaneers, negou veementemente ter abusado sexualmente de uma motorista de Uber e a justiça comum sequer indiciou o jogador, mas uma longa investigação da NFL comprovou o ocorrido e suspendeu Winston por três jogos no começo da próxima temporada. Mais de dois anos após o crime, o passador do Bucs admitiu publicamente ser culpado e pediu desculpas à mulher. A vítima, identificada apenas pelo primeiro nome de Kate, divulgou uma nota, publicada pelo ‘Buzzfeed’:

 

‘Estou feliz por ver a NFL disciplinar Jameis Winston. Agradeço o pedido de desculpas, mesmo com ele precisando de algumas mudanças.

Quero reconhecer os investigadores da NFL, particularmente Lisa Friel e John Iannarelli, por serem gentis, profissionais e minuciosos na investigação.

Minha experiência deveria mostrar a importância de acreditar em mulheres quando elas tem a coragem de denunciarem terem sido vítimas de violência sexual. Talvez aquela noite pudesse ter sido evitada se tivessem acreditado em outras mulheres que vieram antes de mim.

Mr. Winston uma vez disse que mulheres deveriam ser silenciosas, educadas e gentis. Eu discordo.

MeToo”

Comments

comments