Futebol Americano no Japão vira assunto nacional após história inacreditável, confira!

O Futebol Americano no Japão está longe de ser um dos esportes mais populares do país. Porém, essa semana os noticiários nacionais japoneses estão dando uma atenção pouco comum ao esporte. Entenda o por quê agora!

Após um jogada controversa, o técnico principal da Universidade de Nihon pediu demissão. Não, ele não mandou o quarterback lançar a bola na linha de uma jarda na final do campeonato (sem indiretas). Masato Uchida se desculpou e assumiu toda a responsabilidade por uma jogada no último dia 6 de maio, na partida contra os rivais da Universidade de Kwansei Gakuin. Veja o vídeo do lance abaixo.

No  lance vemos um dos jogadores da Universidade de Nihon (de vermelho) derrubando o quarterback adversário (de azul) muito tempo depois dele ter se livrado da bola. Isso não é apenas uma falta simples, mas uma conduta antidesportiva (e de MUITA falta de ética) do jogador de Nihon. Como resultado da jogada, o atleta teve lesões no ligamento do joelho e na coluna vertebral. A sorte é que nenhum nervo foi atingido, e a recuperação é estimada em três semanas.

O vídeo viralizou e tomou uma proporção jamais conhecida no Futebol Americano japonês. Várias equipes que enfrentariam Nihon cancelaram os jogos, em apoio a Kwansei Gakuin. O head coach Masato Uchida foi pressionado e acabou falando sobre o caso.

‘Assumo a responsabilidade por toda essa série de problemas que aconteceram após o lance. Vou pedir demissão do cargo de técnico principal da equipe. Saio do meu cargo em solidarização aos jovens atletas que estão na Universidade. Precisamos criar uma nova Nichidai (apelido da Universidade de Nihon). Depois do incidente, eu não adverti os jogadores e isso é minha responsabilidade. Foi uma conduta deplorável.’, disse Uchida a repórteres no Aeroporto de Osaka Itami.

De acordo com a Universidade de Nihon, Masato Uchida encontrou o adversário lesionado, bem como a comissão técnica e outros jogadores de Kwansei Gakuin, na Prefeitura de Hyogo. Suas desculpas foram aceitas não só pelo quarterback, mas pelo head coach Hideaki Toriuchi e pelo diretor da equipe, Hiromu Ono.

Masato Uchida sendo questionado por vários repórteres na Prefeitura de Hyogo.

A história não termina por aí. Uchida foi acusado de mandar os Nichidai atacarem os oponentes durante o confronto. Ele negou as acusações e isso pegou muito mal entre os adversários. As duas Universidades são arque-rivais, por se enfrentarem diversas vezes nas finais nacionais. O relacionamento, no entanto, vinha melhorando nos últimos anos, mas por causa do lance, tudo foi por água abaixo, como disse o diretor de Kwansei Gakuin na última quinta-feira.

A proporção do lance foi tão grande no Japão que o órgão governamental Japan Sports Agency abriu um inquérito para investigar as denúncias. O chefe Daichi Suzuki classificou a pancada como ‘jogada desleal’ e concluiu afirmando que a ejeção do atleta foi mais que justa. O diretor da Japan American Football Association, Makoto Kuniyoshi, também se manifestou seu descontentamento.

É triste ver o Futebol Americano virando notícia em casos específicos de violência e conduta desleal. Uma prática que prega justamente um jogo limpo e respeito mútuo entre companheiros de trabalho deveria ser mostrado como exemplo, apesar do jogo completamente físico.

.
.
.
Chegou a vez da parte 2 do nosso Podcast especial de 100 dias p/ o kickoff de 2018, onde nossa equipe debateu sobre as grandes dúvidas para essa temporada. Escute agora!

Como escutar o Podcast em celular Android | Como escutar o Podcast em iPhone

iTunes (iPhone, iPad, iPod)

Stitcher (Android e outros sistemas operacionais)

Novidade: Deezer

Soundcloud

4shared

Comments

comments