Ele voltou: Depois de 585 dias, Andrew Luck retorna aos campos. O que devemos observar?

Assistir a NFL como torcedor não tem sido tão fácil para mim, para o Fred, para o Zé (torcedores do Indianapolis Colts do FA hoje) e para todos os outros fãs da franquia. No entanto, pode passar a ser um pouco menos difícil a partir de hoje (9 de agosto), já que nosso Quarterback está de volta. Sim, depois de 585 dias sem atuar em um jogo de futebol americano, Andrew Luck retorna aos gramados contra o Seattle Seahawks no CenturyLink Field. A partida acontece pela pré-temporada da NFL, às 23h (de Brasília).

Depois de tanto tempo, é natural que algumas mudanças tenham acontecido em Indianapolis, já que o rumo que o time estava tomando não era muito bom. E o que exatamente deverá ser observado neste tão esperado retorno?

  1. As mudanças na comissão técnica:

    Não é segredo para ninguém que Chuck Pagano precisava ir. O técnico teve boas temporadas, mas Luck necessita de um head coach com uma boa mente ofensiva que seja capaz de surpreender o adversário com chamadas interessantes. Frank Reich e Nick Sirianni podem ajudar a explorar o potencial do camisa #12 e do ataque dos Colts. Muito foi dito nesta offseason que o setor ofensivo da equipe será agressivo, com jogadas criativas de ‘Run Pass Option’ e ‘Hurry up offense’ . Tight Ends e Running Backs serão mais explorados em jogadas de passe. A pergunta é: Finalmente veremos um ataque interessante/divertido em Indy? Certamente não veremos todo o playbook dos Colts hoje, mas, talvez tenhamos uma ideia de como pode vir a ser.

  2. Mudanças na linha ofensiva:

    93: Esse foi o número de sacks cedidos pelos Colts nas últimas duas temporadas, 41 em Andrew Luck (2016) e 52 em Jacoby Brissett (2017). Precisando agir para consertar a unidade, Chris Ballard trabalhou. Selecionou um dos melhores prospectos de linha ofensiva nos últimos anos no draft de 2018 (Quenton Nelson), escolheu outro OL’man na segunda rodada (Braden Smith) e trouxe nomes experientes para compor a unidade (Austin Howard e Matt Slauson). O que podemos observar hoje à noite é o desempenho da ‘nova’ linha contra uma DL agressiva.

  3. A mecânica de Luck:

    Estar 585 dias sem atuar em um jogo de futebol americano tem suas consequências. Hoje não iremos ver Luck arremessando como nos dias de glória, veremos um Quarterback retomando o ritmo aos poucos e se adaptando aos cenários. No entanto, o desempenho do camisa #12 no training camp tem sido muito bom, aprimorando os seus passes a cada sessão, com boas conexões para Chester Rogers, Eric Ebron e claro, Ty Hilton. Os deep passes também tem sido constantes, Luck arremessou touchdowns de 40, 60 e até 75 jardas. Mesmo apreensivo por vê-lo entrar em campo em um jogo de pré-temporada, no fundo sei que é necessário, justamente para o atleta voltar a se acostumar com o clima, a pressão e a jogar sem limitações.

  4. O desempenho da defesa:

    Semana um de 2016. Lions @ Colts. Luck teve uma excelente performance, com 385 jardas e quatro passes para TD, mas mesmo assim os Lions venceram. E por qual motivo? Simples, 39 pontos contra 35 dos Colts. De que adianta o seu Quarterback ser um dos melhores da liga se a sua defesa cede jardas muito facilmente? Esta foi a tônica da temporada de 2016 e Indianapolis precisa melhorar este lado da bola. A mudança do 3-4 para o 4-3 pode ajudar a pressionar os QB’s adversários e fazer com que o setor seja mais dinâmico. A juventude da secundária pode ser um alento, já que uma boa evolução pode ocorrer neste ano. Hoje não iremos ver Malik Hooker e Clayton Geathers, que são os safeties titulares da equipe, então, a avaliação da secundária não poderá ser feita, no entanto, podemos ver o pass-rush e o desempenho do front-seven.

Estes e outros pontos poderão ser analisados no jogo de hoje contra o Seahawks, que também terá uma temporada crítica, já que perdeu muitos nomes importantes da defesa e tem um Russell Wilson que clama por ajuda. Quanto aos torcedores dos Colts, o que nos resta é torcer (rezar pela saúde de Luck) e analisar as mudanças que nos esperam.

.

.

Entre no grupo oficial do FA Hoje clicando aqui
.
.
.
Podcast FA Hoje mais do que especial com os bastidores da nossa participação no ESPN League! Gabriel Martins e José Paulo Mendes contaram tudo do Behind the Scenes do programa e também falaram das últimas notícias da Liga, escute!

Como escutar o Podcast em celular Android | Como escutar o Podcast em iPhone

Novidade: Escute o Podcast FA Hoje no Google Podcast (Android)

iTunes (iPhone, iPad, iPod)

Stitcher (Android e outros sistemas operacionais)

Deezer

Soundcloud

4shared

Comments

comments