Confira os palpites da equipe do FA Hoje para a final da NBA!

Nossa prioridade é a NFL, mas somos seres humanos e também estamos ansiosos para as finais da NBA (após sofrer por semanas de playoffs sem emoção). Como não gostamos de ficar em cima do muro em nada (nem quando não é o esporte que a gente cobre), nossa equipe deu seus palpites para o confronto entre Golden State Warriors e Cleveland Cavaliers. Não esqueça de deixar o seu também nos comentários!

 

Gabriel Martins:   em 5

O time que venceu mais jogos em uma só temporada contratou um dos cinco melhores jogadores da NBA, o resultado só poderia ser esse. Os Warriors se encontraram defensivamente na reta final e nem os rebotes, que era o único ponto “menos forte” dessa equipe, atrapalham mais. Não consigo ver um time de LeBron James ser varrido, por isso acho que Cleveland vence pelo menos uma partida. Por mais espetacular que o Rei seja, vai ser uma tarefa muito difícil ter que carregar o peso do ataque dos Cavs como ele faz e ainda voltar do outro lado defendendo Kevin Durant.

 

José Paulo Mendes:   em 7

Para quem acompanha o podcast FA Hoje não é novidade que não sou um dos maiores conhecedores da NBA. Sou o famoso torcedor de playoffs, e que muito se envolve pelo que vê na pós temporada. Ainda com o sentimento do ano passado, aposto em mais uma grande vitória dos Cavs no jogo 7

 

Frederico Maritan:  em 5

A derrota em 2016 depois da melhor campanha na temporada regular da história deixou os Warriors engasgados com os Cavs. Com um elenco titular mais forte e extremamente motivado, a equipe de Oakland entra em clima de revanche. LeBron fará sua parte, mas tenho minhas dúvidas se o restante do time dos Cavaliers dará o suporte a sua grande estrela. Levanto até a hipótese que se a série iniciar 2-0 a favor de Golden State, Curry, Durant e companhia farão de tudo para se tornar um primeiro campeão da história da NBA a ter campanha 16-0.

 

Marco Tulio Bayma:  em 6

O time do Golden State Warriors me lembra a seleção brasileira no fim da década de 90 e início dos anos 2000. Falo isso no sentido de ser tão bom que deveria ser proibido o time ser escolhido em partidas de video-game (assim como era feito com o Brasil no Winning eleven de PS1). Coloco dois jogos para Cleveland pois LeBron mostrou em 2015 que consegue vencer duas partidas sozinho. Apesar de estarem na melhor fase da temporada, com James voando, eles não vão conseguir lidar com GSW de Durant e Curry. Kevin Durant deu um boost espetacular em todas as fases dos Warriors, além de criar variações de jogo e espaços antes inexistentes. Porém, não será nada fácil e um todos esperamos um confronto espetacular.

 

Rodrigo Moizéis:  em 7

Acho que que Cleveland vence em 7 jogos, apesar de achar o time dos Warriors mais talentoso, acredito que o equilíbrio do elenco dos Cavs combinado com o nível absurdo que o LeBron vem jogando fará com que os Cavaliers conquistem o bicampeonato.

.
.
.

A NFL anunciou a criação de um programa para incentivar a contratação de jogadores de fora dos Estados Unidos e aproveitando esse gancho resolvemos perguntar a especialistas no esporte aqui quais atletas mereceriam uma chance lá! No Podcast FA Hoje nós repercutimos a lista e falamos do momento do FABR com Clayton Lovett, Coordenador Defensivo da Seleção Brasileira e referência no assunto aqui no país. Depois batemos um papo com dois dos jogadores que apareceram na lista, o Kicker Amilcar Neto, do Santos Tsunami, e o Nose Tackle Durval Queiroz, do Cuiabá Arsenal, Programa imperdível!

iTunes (iPhone, iPad, iPod)

Stitcher (Android e outros sistemas operacionais)

Novidade: Deezer

Soundcloud

4shared

Comments

comments