Afinal, os Chargers são um dos favoritos para a temporada de 2018 ou não?

Nesta coluna, abordarei um tópico que é discutido com certa frequência. O Los Angeles Chargers é um ‘contender’ da NFL? Penso que a resposta seja sim. Aliada a essa pergunta, há outra questão: qual a razão de o time não decolar de vez? A discussão a respeito desses dois tópicos está logo abaixo:

Los Angeles Chargers é um ‘contender’ da NFL?

Sim, os Chargers são contenders. Olhemos para a AFC, temos dois grandes ‘bichos papões’, que são Steelers e Patriots, times que estão adaptados a chegar em finais de conferência e são multi campeões. Temos também o Kansas City Chiefs, que vem atraindo olhares com o desempenho explosivo do ataque conduzido por Patrick Mahomes e o Houston Texans com nove triunfos consecutivos.

A questão é: os Patriots estão dando alguns sinais de que a ‘dinastia pode estar acabando’, como inconstância dentro de algumas partidas e derrotas para times não tão fortes. Pittsburgh é um time muito irregular nas partidas que disputa, a derrota no último SNF, justamente contra os Chargers foi uma prova disto. O Kansas City Chiefs é um time que possui muito talento ofensivo, que acabou ganhando um grande desfalque com a saída de Kareem Hunt, mas que ainda precisa provar que pode competir nos playoffs e quanto a Houston, resta provar que podem jogar no alto nível contra equipes de alto nível.

O que quero dizer com tudo isso, é que o talentoso time dos Chargers tem cacife para brilhar: Philip Rivers vem jogando em alto nível e o ataque possui peças que fazem a diferença, como Melvin Gordon e Keenan Allen e Antonio Gates. Defensivamente, temos dois Defensive Ends que colocam terror em qualquer par de tackles, Joey Bosa e Melvin Ingram, além da secundária que possui o excelente safety calouro Derwin James e Casey Hayward. Vale ressaltar que Chargers e Chiefs ainda se enfrentam e este duelo pode igualar o recorde das duas franquias, que se difere em uma vitória de vantagem para Kansas City.

Qual a razão de o time não decolar de vez?

Antes da temporada regular começar, Los Angeles ficou sabendo que Hunter Henry (TE) e Jason Verrett (CB) estariam fora de todo o ano de 2018 (e começo de 2019) por conta de lesões. Além desses dois, Joey Bosa ficou fora até a semana 11 e fez sua estréia contra os Broncos. Melvin Gordon também perdeu algumas partidas devido a lesões, inclusive a última partida dos Chargers, contra Pittsburgh. Trocando em miúdos, penso que o principal motivo de Los Angeles só estar começando a decolar agora, seja o fator lesão. Meu ponto é: poucos times vão obter sucesso com vários de seus principais jogadores machucados e agora, Los Angeles finalmente está conseguindo ter um pouco de paz nesse quesito.

E então, estaria a AFC mudando de patamar com a ascensão de times como Texans, Chargers e Chiefs? Torçamos que sim, afinal, como foi dito acima, Steelers e Patriots estavam ‘mal acostumados’ no topo da conferência americana.

Comments

comments