Abrindo o Playbook – Tirando os QBs, quem mereceria o MVP de 2017?

Ao contrário do futebol, em que elegemos o melhor jogador do campeonato ou o melhor jogador do mundo, os esportes americanos contam com uma semântica diferente. MVP é o atleta mais valioso, não é uma grande diferença como muita gente diz, mas ainda assim não é um sinônimo. E qual a posição mais valiosa do futebol americano? Essa mesma, o cara que recebe o snap e por isso eles sempre vencem esse troféu, nove dos últimos dez. Mas se nós os tirarmos da disputa? Aí fica interessante.

Pensando nisso, resolvi criar o MVNQ, Most Valuable Non-Quarterback ou, em português, Não-Quarterback mais valioso. E quem venceria essa honra em 2017? Vamos ao ranking:

Menções Honrosas: Robby Anderson (WR – Jets), DeAndre Hopkins (WR – Texans), Le’Veon Bell (RB – Steelers), Adam Thielen (WR – Vikings), Zach Ertz (TE – Eagles), Luke Kuechly (LB – Panthers), Julio Jones (WR – Falcons).

10 – Marshon Lattimore, CB – New Orleans Saints

Uma das posições mais difíceis de se adaptar na NFL vindo do College é a de cornerback. Só esqueceram de avisar ao Marshon Lattimore. Desde que comecei a acompanhar o esporte nunca vi um CB ter um impacto tão grande como novato e a sua presença na secundária mudou a defesa dos Saints de patamar.

9 – Todd Gurley, RB – Los Angeles Rams

Gurley tinha todas as desculpas do mundo para ter ido mal em 2016, mas ainda assim ele tinha uma parcela de culpa. Agora enfim estamos vendo o talento dele aproveitado, não só como corredor mas também como recebedor, sendo o motor desse excelente ataque dos Rams.

8 – Harrison Smith, FS – Minnesota Vikings

Venho escutando uma crescente campanha por Everson Griffen na corrida pelo DPOY, mas o que mais me chama atenção quando assisto ao Minnesota Vikings é o Harrison Smith. Ele está em todo lugar no campo, patrulhando o fundo da defesa e também chegando perto na linha de scrimmage para tacklear. Não sei se existe um jogador mais completo em sua posição que Smith.

7 – Cameron Jordan, DE – New Orleans Saints

Por anos e anos Cameron Jordan foi a estrela solitária dessa defesa, mas agora que tem ajuda o resto da NFL pode ver o quão bom ele é, não só indo atrás dos QBs adversários mas também contra o jogo terrestre.

6 – Andrew Whitworth, LT – Los Angeles Rams 

Alguma contratação na offseason teve mais impacto que a de Andrew Whitworth? O ex-Bengals é sem dúvidas o melhor Left Tackle da NFL em 2017 e fez com que a OL dos Rams mudasse da água para o vinho.

5 – Calais Campbell, DE – Jacksonville Jaguars

Outra contratação que está funcionando muito bem. A defesa do Jacksonville Jaguars já tinha muito talento e Calais Campbell chegou como a cereja no bolo. Sua versatilidade de poder jogar por dentro e por fora na DL é importantíssima, assim como sua capacidade de fazer jogadas importantes em momentos chaves.

4 – Joey Bosa, DE – Los Angeles Chargers

Ver o que Joey Bosa está fazendo apenas no seu segundo ano como profissional, após o seu primeiro Training Camp de verdade, é assustador. Bosa sem dúvidas já é um dos melhores defensores da NFL e sem ele os Chargers não conseguiriam essa recuperação fantástica.

3 – Jalen Ramsey, CB – Jacksonville Jaguars

Durante a offseason quando eu e o Frederico Maritan debatíamos sobre quem eram os cinco melhores CBs da NFL acabei não colocando Jalen Ramsey na minha lista, mas fiz a observação de que quando voltássemos ao tópico em 2018 ele provavelmente faria parte desse Top 5. Estava errado, Ramsey não vai estar presente apenas, ele será o número 1. O corner dos Jaguars é a chave dessa defesa, com a sua capacidade de anular um lado do campo e forçar turnover, não só para si mas também para os companheiros.

2 – Aaron Donald, DT – Los Angeles Rams

Aaron Donald é um jogador que quem olhas stats básicas apenas não consegue ter ideia do valor dele. A estatísticas avançadas pintam um quadro mais preciso, mas ver qualquer jogo dos Rams é a melhor forma para entender o porquê dele ser considerado o melhor defensor da NFL e um dos cinco melhores jogadores seja qual for o lado da bola. Donald acaba com o interior de qualquer linha defensiva e está sempre na cara do QB adversário. No novo esquema de Wade Philips ele vem melhorando a cada semana e para mim é o DPOY até agora.

1 – Antonio Brown, WR – Pittsburgh Steelers

O Pittsburgh Steelers não teria 10 vitórias e a melhor campanha da AFC sem Antonio Brown. Nenhum jogador que não seja um QB tem um impacto tão grande no seu time quanto ele. Mesmo quando seus números não são de outro mundo em um jogo, o que é raro, Brown tem recepções em momentos importantes que, sem elas, os Steelers provavelmente não venceriam. O camisa 84 já transcende a discussão de melhor WR da NFL, sua disputa é com os grandes nomes da história.

Considerações finais sobre a lista:

  • FOI MUITO DIFÍCIL FAZÊ-LA. Me arrependi amargamente de ter começado, mudei as colocações várias vezes. Tem muito jogador bom na Liga.
  • Achou que cometi algum erro? É justo, é uma lista muito subjetiva
  • Deu muito trabalho, então esse será o único assunto dessa semana.

 

Essa semana tem minipod da Abrindo o Playbook!

Baixe o áudio clicando aqui

Eu e a Giovanna Celestini conversamos sobre a melhor série de futebol americano de todos os tempos, Friday Night Lights. Não tem discussão que é a melhor e se você escutar essa nossa conversa você vai querer parar tudo para assisti-la. Então vale também como a recomendação da semana.

 

Comments

comments