Abrindo o Playbook – Rodada do ano, “rebaixamento” dos Browns e muito mais!

Semana 15 está me deixando ansioso como há algum tempo uma rodada não me deixava

Esse fim de semana promete muito, muito mesmo. Chargers x Chiefs no sábado, pelo topo da AFC Oeste. Depois no domingo teremos Packers x Panthers com Aaron Rodgers de volta, Rams x Seahawks e, no fim, Patriots x Steelers. Que rodada espetacular. Nem sempre um jogo que no papel promete ser bom acaba correspondendo, mas com quatro partidas com potencial para serem épicas, se duas forem já está ótimo. Hora de renovar nosso amor pelo futebol americano.

 

O Cleveland Browns não é mais o meu segundo time

O bom de ter um segundo time é que você não precisa ser leal a ele. Nunca vou deixar de torcer para o New York Giants, por exemplo. A partir dessa semana o Cleveland Browns não terá mais a minha torcida. Muita gente inclusive achava que era a minha equipe do coração, já que dei entrevista ao Esporte Interativo um tempo atrás usando a camisa deles (#2 Johnny Manziel) e participei do Podcast do Fumble Na Net justamente falando sobre eles. Só que agora cansei.

Já expliquei a minha posição sobre a demissão do Sashi Brown, resumidamente: entendo a saída dele, mas eu teria mantido-o. A permanência de Hue Jackson que é injustificável. Agora a equipe trouxe John Dorsey, ex GM dos Chiefs, e já tem notícia que ele trabalha nos bastidores para convencer Jimmy Haslam, dono da franquia, a demitir Jackson. É a crise mais rápida entre diretoria e comissão técnica na história do futebol americano. Além disso, Dorsey falou nesta semana que o seu antecessor não draftou jogadores de verdade. Boa estratégia para obter o apoio do elenco! Tem como esse time dar certo? A resposta é não.

 

Nunca compre ingresso para ver o filme que você espera há dois no dia que o seu time jogará uma final

Os ingressos para o novo Star Wars começaram a ser vendidos com bastante antecedência esse ano e no dia 2 de novembro comprei entradas para mim e meus amigos para vermos o filme na pré-estreia, quarta-feira meia noite. Tudo ótimo, certo? Errado. Foi só na quarta passada, no jogo da ida entre Flamengo e Independiente que me liguei que a partida da volta seria no mesmo dia! “Dá o ingresso para outra pessoa” você diria né? Não é tão simples assim.

Se o jogo não fosse para a prorrogação, daria tempo tranquilamente. O problema era se fosse para a prorrogação, aí eu estaria ferrado. Bem, o jogo já aconteceu e vocês sabem que o meu time perdeu. Não só sabem mas como comemoraram bastante. Enfim, imagine se além de perder o título eu tivesse deixado de ir ver o filme? Estaria duplamente irritado. Que sirva de lição para todos vocês, olhem para o calendário do seu time antes de comprar um ingresso com um mês e meio de antecedência.

 

Não vou falar sobre o Star Wars novo nessa semana

Depois de dois anos enfim The Last Jedi saiu e pude assisti-lo. Mas o problema é que ainda não dá para discuti-lo online. A partir de semana que vem já acho seguro falar sobre pontos específicos do filme, por isso vou guardar a discussão para a próxima Abrindo o Playbook.

 

Melhor dinheiro que gastei na vida

Anos 90 > a sua década

Queria ter comprado a #23 Michael Jordan, mas não tinha. Até acho que foi para o melhor, essa é do Taz Mania. Space Jam é bom mesmo ou é só a nossa nostalgia que o transforma num clássico do cinema? Melhor não pensarmos muito.

Filme: Trapaça (2013)

Vou facilitar a sua vida essa semana, com um filme que tem no Netflix. American Hustle é baseado numa história real: um agente do FBI captura um casal de trapaceiros, que dá golpes em pessoas ricas nos Estados Unidos, e os obriga a ajudá-lo em um plano para expor políticos corruptos, prometendo perdão pelos seus crimes.

O filme conta com um baita elenco. Os personagens principais, os trapaceiros, são interpretados por Christian Bale (Batman The Dark Knight) e Amy Adams ❤️ (Arrival). Jennifer Lawrence interpreta a esposa de Bale, que vira a história de cabeça para baixo quando se envolve no plano. Bradley Cooper completa como agente do FBI responsável pela operação. Ainda tem também Jeremy Renner, o prefeito de uma cidade de Nova Jersei.

Assista!

Comments

comments