Abrindo o Playbook – Os 25 jogadores com o maior valor de troca na NFL

O Natal está aí, por que não nos divertimos com um exercício hipotético em formato de ranking que gerará muitas críticas?

(Mas Gabriel, você já fez isso o ano todo)

Qual é o jogador mais valioso da NFL? Não o melhor, não o mais indispensável ao seu time, mas o mais valioso. O que seria mais caro adquirir em uma troca. É isso que quero responder nessa coluna de hoje. Talento obviamente é o fator mais importante, mas idade não vem muito atrás. Tom Brady é o maior jogador de todos os tempos, mas quantas temporadas ele ainda vai jogar? Contrato também é um bom critério de desempate. Ter um QB no rookie deal é uma vantagem econômica monstruosa, pergunte ao Seattle Seahawks, que chegou a dois Super Bowls pagando uma mixaria a Russell Wilson.

Entenderam o que estou rankeando aqui né? Não. Volte ao parágrafo anterior. Leu de novo? Agora entendeu? Então vamos lá, de trás para frente para criar um suspense:

 

25 – Marshon Lattimore, CB, New Orleans Saints (21 anos) 
Cornerback é uma das posições mais difíceis de se fazer a transição do futebol americano universitário para o profissional, mas esqueceram de contar isso a Marshon Lattimore. O CB dos Saints no seu primeiro ano já foi um dos melhores da posição em 2017 e o seu potencial é absurdo.

24 – Rob Gronkowski, TE, New England Patriots (28 anos)
Gronk poderia facilmente estar no top 10 não fossem as lesões. Quando está saudável ele pode dominar um jogo sozinho como poucos jogadores de skill position puderam fazer na história da NFL, é só ver o drive final dos Patriots contra os Steelers na semana 15.

23 – Jalen Ramsey, CB, Jacksonville Jaguars (23 anos)
“Qual o melhor cornerback da NFL nesse momento?” é uma pergunta que a resposta certamente é Jalen Ramsey. O CB terminou o seu ano de rookie muito bem e só melhorou em 2017. Na imponente defesa do Jacksonville Jaguars ele é o melhor jogador.

22 – Khalil Mack, LB, Oakland Raiders (26 anos)
Khalil Mack pode não estar repetindo o 2016, mas a diferença é muito mais pelo time ao seu redor estar muito pior do que o seu desempenho em si. Mack é provavelmente o edge rusher mais completo da NFL, indo muito bem contra o jogo terrestre e perseguindo os QBs adversários, além de ter a versatilidade de poder jogar com as mãos no chão ou em pé.

21 – Marcus Mariota, QB, Tennessee Titans (24 anos) 
Winston e Mariota estarão ligados para sempre. O QB dos Titans teve momentos melhores que Jameis, mas também mostra uma falta de durabilidade preocupante. Justamente a parte física que o faz ficar uma posição atrás.

20 –  Jameis Winston, QB, Tampa Bay Buccaneers (23 anos)
Jameis Winston mostra ter as principais qualidades que uma franquia procura em um jogador da posição, mas ainda é tudo potencial e não realidade. A maior parte do 2017 dele foi muito preocupante, mas ainda é um jogador muito jovem e o provavelmente terá um novo head coach em 2018.

19 – Kirk Cousins, QB, Washington Redskins (29 anos) 
Poucos quarterbacks foram tratados com maior desconfiança do que Kirk Cousins, mas tudo que ele faz é ser durável, confiável e produtivo. Em 2017 ele foi traído pelas lesões no ataque ao seu redor, mas portou-se bem e deverá se tornar o QB mais bem pago da história nessa offseason.

18 – Ben Roethlisberger, QB, Pittsburgh Steelers (35 anos) 
Um dos maiores quarterbacks da história, futuro Hall da Fama, ainda jogando em alto nível, isso custa caro na NFL, muito caro. Obviamente a idade o derrubou bastante nesse ranking, mas coloque o Big Ben em alguns times sem QB e veja o tamanho do salto que essas equipes dariam. Seria por pouco tempo, mas o suficiente para lutar por Lombardis.

17 – Odell Beckham, WR, New York Giants (25 anos)
Vocês tem visto o ataque do New York Giants sem Odell Beckham? Poucos não-quarterbacks tem um impacto tão grande em seus times quanto o WR. Hoje em dia uma fratura no tornozelo não traz danos à longo prazo na carreira, então o fato dele ter terminado 2017 na IR não altera seu valor.

16 – Jared Goff, QB, Los Angeles Rams (23 anos)
Assim como no ano passado eu defendi que não descartássemos Jared Goff, não dá para também colocá-lo como futuro top 5 da posição de quarterback após esse 2017. Ainda assim um jovem QB que vem apresentando esse nível de futebol americano e que tem ainda três anos de contrato de novato pela frente é uma mercadoria valiosíssima na NFL.

15 – Joey Bosa, DE, Los Angeles Chargers (22 anos)
Joey Bosa tem 22 anos! VINTE E DOIS! E já é um dos defensores mais dominantes da NFL, isso depois de ter participado do seu primeiro Training Camp após perder o de 2016 pela disputa contratual com os Chargers. É assustador pensar no potencial de Bosa e no que ele pode se tornar.

14 – Matt Ryan, QB, Atlanta Falcons (32 anos)
O atual MVP não está tendo um ano ruim como muita gente diz. Quando você perde o melhor playcaller da NFL é natural que haja uma dificuldade nessa transição. Ryan ainda tem bons anos de futebol americano pela frente e sem dúvidas é um dos dez melhores QBs da Liga.

13 – Derek Carr, QB, Oakland Raiders (26 anos) 
Derek Carr é o jogador com o qual estou mais decepcionado em 2017. Ele está bem longe do desempenho de 2016 e me incomoda bastante o fato dele não conseguir elevar o nível dos jogadores ao seu redor, o que grandes QBs fazem. É possível que tenhamos superestimado o potencial dele. Ainda assim estou disposto a absolvê-lo e colocar o seu ano fraco na conta de uma comissão técnica inepta. O seu valor seria mais alto no final do ano passado.

12 – Dak Prescott, QB, Dallas Cowboys (24 anos)
Muita gente não gosta de Dak Prescott. Eu não sou uma dessas pessoas. Prescott teve uma das melhores temporadas de rookie da história da NFL e caiu um pouco no seu segundo ano, o que já aconteceu com milhares de QBs nessa situação. Dak tem mais dois anos de contrato ganhando 600 mil dólares, uma piada pelo seu nível de atuação e importância para os Cowboys

11 – Antonio Brown, WR, Pittsburgh Steelers (29 anos)
Não fosse a lesão sofrida contra o New England Patriots, Antonio Brown teria chances reais de vencer o MVP. Não lembro de uma temporada tão dominante de um wide receiver, carregando o ataque nas costas em muitas partidas.

10 – Aaron Donald, DT, Los Angeles Rams (26 anos)
A discussão não é mais se Aaron Donald é o melhor defensor da NFL, isso já está decidido, e sim se ele é o melhor jogador da Liga ponto final, ataque ou defesa. O DT se mostrou imune à mudança de esquema tático e é o grande favorito ao prêmio de Defensive Player of the Year. Donald é o jogador que mais impacta uma partida de futebol sem ser da posição de quarterback.

9 – Matthew Stafford, QB, Detroit Lions (29 anos)
Entendo que talvez eu goste mais de Matthew Stafford do que a maioria. O camisa 9 tem um dos braços mais fortes da NFL, mobilidade e desenvolveu muito a sua parte mental nos últimos três anos, além de mostrar a capacidade de decidir jogos no final do último quarto. Stafford sempre foi limitado por times muito ruins ao seu redor.

8 – Cam Newton, QB, Carolina Panthers (28 anos)
Cam é difícil de avaliar porque ele apresenta oscilações enormes no seu nível de atuação. Tem momentos que o camisa 1 parece o melhor jogador da NFL, em outros ele joga como se não fosse um dos 20 melhores QBs da Liga. O seu estilo único obriga uma adaptação grande de esquema tático, mas Newton já mostrou o quão dominante pode ser no seu melhor.

7 – Deshaun Watson, QB, Houston Texans (22 anos)
Deshaun Watson é um dos meus jogadores favoritos na NFL. Vê-lo jogar foi a parte mais divertida dessa temporada com folga e a sua lesão foi um dos golpes mais duros nesse 2017 que não foi tão bom assim de futebol americano. De qualquer jeito, os Texans acharam seu franchise quarterback. Não fosse a lesão ele poderia estar mais pra frente, apesar de que ligamento cruzado anterior não ameaça mais uma carreira como antigamente, mas Houston precisa ter muita cautela para só colocá-lo em campo quando estiver 100%.

6 – Andrew Luck, QB, Indianapolis Colts (28 anos)
Existe um sentimento anti-Luck muito grande entre os fãs brasileiros de NFL, motivados pelo fato de uma fatia enorme dos fãs do esporte aqui terem começado a acompanhar nos últimos dois ou três anos. Entendo quem questiona o quarterback por não ter visto o quão espetacular ele foi entre 2012 e 2014, esse último sendo um candidato ao MVP. A lesões no ombro são uma preocupação grande, por isso ele não é o número 1 na lista.

5 – Tom Brady, QB, New England Patriots (40 anos) 
Esse foi difícil. O melhor quarterback de todos os tempos ainda jogando tão bem quanto nunca, mas aos 40 anos. Brady é um dos jogadores mais duráveis da história da NFL, mas o que ele está fazendo é absolutamente sem precedente, quanto tempo o veremos jogar? Isso joga contra o seu valor, mas ter o GOAT mesmo que por um ou dois anos transformaria qualquer time em candidato ao Super Bowl.

4 – Jimmy Garoppolo, QB, New England Patriots (26 anos)
Acredite no Hype. Jimmy Garoppolo vem sendo fenomenal nesses primeiros jogos com o 49ers e a troca que o enviou para São Francisco promete ser lembrada como uma das melhores da história. Todos os times que precisam de um QB devem se sentir mal por não terem ido atrás de Garoppolo. Ele vale muito mais que uma escolha de segunda rodada, muito mesmo.

3 – Russell Wilson, QB, Seattle Seahawks (29 anos) 
Inquestionavelmente um dos cinco melhores quarterbacks da NFL, Russell Wilson também é um dos mais confiáveis da Liga. Wilson ainda é jovem e já tem a experiência de ter jogado dois Super Bowls, vencendo Peyton Manning e fazendo um duelo histórico contra Tom Brady.

2 – Aaron Rodgers, QB, Green Bay Packers (34 anos)
Aaron Rodgers faz coisas que nenhum outro quarterback na história da NFL foi capaz, precisa dizer mais alguma coisa? A lesão que o tirou de 2017 foi um baita azar, não tira o seu valor. Mesmo que ele não tenha dez anos de carreira pela frente como outros QBs nessa lista, tê-lo em alto nível por um tempo limitado é mais valioso que (quase) tudo.

1 – Carson Wentz, QB, Philadelphia Eagles (24 anos)
Perguntei a um amigo que torce para os Eagles se ele aceitaria trocar Carson Wentz por Aaron Rodgers, sem hesitar ele disse não. Wentz era o favorito de muita gente para o MVP esse ano e vinha tendo uma temporada absolutamente fantástica antes de se machucar. Isso aos 24 anos e com mais três anos de contrato ganhando uma mixaria perto do que ele valeria no mercado aberto. Se Wentz fosse sujeito às leis do livre mercado, dificilmente receberia menos que 30 milhões de dólares por temporada. Se o teto salarial não existisse então provavelmente veríamos-o se tornar o atleta mais bem pago do mundo. Carson Wentz é o “bem” mais valioso na NFL

.

Como me deu um pouco de trabalho essa lista não vou fazer a recomendação da semana nem o melhor Tweet. Quinta-feira que vem voltarei com dois assuntos importantes: os 10 melhores filmes que vi em 2017 e minha análise de O Último Jedi. Feliz Natal!

 

 

 

Comments

comments