Abrindo o Playbook – Minhas cenas favoritas do cinema

Desde que assisti “A Star is Born” venho pensando muito nas minhas cenas favoritas de filmes e como hoje de manhã re-assisti “The Force Awakens”, que tem um desse momentos marcantes para mim, resolvi tirar a poeira da “Abrindo o Playbook” para fazer essa lista.

Não está em ordem, apenas separei por filmes de Super Herói e Star Wars / Resto. Pode ser que não seja também uma cena inteira, representando um momento. Enfim, essa é a minha lista:

– Super Heróis & Star Wars

Star Wars Episódio VII: O Despertar da Força 

Kylo Ren tenta pegar o sabre de luz, mas Rey usa a força para atraí-lo

Essa é uma das minhas cenas favoritas de todos os tempos e foi re-assistindo ao Force Awakens que decidi escrever a lista, apesar da inspiração ser outra. Kylo Ren tenta pegar o sabre de luz, mas não consegue. Ele tenta de novo, mas o sabre passa direto e para nas mãos de Rey, que parece surpresa consigo mesma. Isso com o tema da força tocando. Já vi esse filme umas 20 vezes e me arrepio sempre.

Star Wars Episódio VIII: Os Últimos Jedi

Kylo Ren mata Snoke e luta ao lado de Rey contra a Guarda Praetorian

Sou um defensor do Last Jedi, que é um filme muito bom. A melhor cena de toda a série para mim é quando Kylo Ren mata o Snoke e luta lado ao lado da Rey. Claro que o “No, I am your father” é a mais icônica e a do Force Awakens que citei é mais um momento do que uma cena, essa do episódio VIII é a melhor.

The Dark Knight

Batman interrogando o Coringa

Esse filme tem algumas cenas para serem escolhidas, fiquei em dúvida entre a abertura, com o roubo do banco, e com essa que acabei escolhendo. Essa cena é um flex enorme de Heath Ledger na atuação mais famosa do século XXI e leva o Batman ao seu ponto mais baixo no filme, a morte de Rachel.

Capitão América: Guerra Civil

“I can do this all day”

“Guerra Civil” para mim é o filme mais subestimado do MCU. A cena do aeroporto é a que todos se lembram, mas optei por um momento menor, mas muito simbólico. Depois de apanhar bastante, Steve Rogers continua de pé para proteger Bucky e fala “I can do this all day”, a mesma frase que diz antes de tomar o soro enquanto brigava contra um cara nos seus dias pré-Capitão América!!!! Que simbólico!

Vingadores: Guerra Infinita

Thor chega em Wakanda & Estalar dos Dedos

Thor chegando em Wakanda fez cinemas ao redor do mundo explodirem, primeiro com o stormbreaker destruindo os chitauri e, em seguida, o deus nórdico correndo em direção aos inimigos ao lado de Groot e Rocket. Já o estalar dos dedos de Thanos, eliminando metade da população do universo, vai ficar para sempre como um dos finais mais icônicos da história do cinema.

Mulher Maravilha

Diana avançando na frente de batalha

Se levarmos em consideração apenas os dois primeiros terços, Mulher Maravilha é um dos melhores filmes de super-herói da história. O ápice é a cena em que Steve Trevor quer seguir em frente, mas Diana se recusa a ignorar os horrores da guerra e ataca os alemães na frente de batalha.

 

– Filmes “tradicionais”

Before Sunset

“Baby, you are goinna to miss that plane”

A trilogia “Before” é perfeita, mas o grande momento é o final do filme do meio, “Before Sunset”. É outro difícil de explicar fora de contexto, mas representa tudo que fazem esses três filmes fantásticos.

Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças

Casa da praia desmoronando “Meet me in Montauk”

Eu odeio o fato de muita gente odiar esse filme só por ter se tornado um tanto quanto um clichê indie. Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças é um filmaço, muito bonito e provocador. Essa cena é na parte final, com Joel já resignado a esquecer Clementine e lamentando o que faria diferente se tivesse a oportunidade, com no final recebendo o recado “Me encontre em Montauk”.

Call me by your Name

Monólogo do pai

Precisei ver Call me by your Name duas vezes para de fato valorizar esse filme incrível, mas essa cena já me impactou logo na primeira vez. Vendo o seu filho sofrer após Oliver ir embora, o sr. Perlman conversa com Elio sobre a importância de se permitir a tristeza e não suprimi-la, para não perder a capacidade de sentir. Ele revela saber do relacionamento entre Elio e Oliver, revelando que na juventude também passou por um caso parecido. É muito bonito, mas assista ao filme todo e não só o discurso fora de contexto, por isso foi o único que não coloquei o vídeo. 

Moonlight

Juan ensinando Chiron a nadar

Sem dúvida a cena mais bonita do filme, quando Juan ensina Chiron a nadar no mar. É um momento emblemático, já que é a primeira vez que alguém de fato se preocupa em dar um rumo ao menino na vida, mesmo vindo de um traficante que em parte é responsável pelos problemas da mãe dele, já que vende crack para ela.

Moneyball

Primeira reunião de Billy com os scouts em que Peter participa

Sinto que já escrevi mais do que deveria sobre Moneyball nesse site, que é sobre futebol americano e não beisebol. Essa é a melhor cena do filme, a primeira vez que Peter Brand senta com Billy na reunião com os olheiros.

A Star is Born

Lady Gaga subindo no palco pela primeira vez

A Star is Born merece o Oscar nem que seja apenas por essa cena. Jackson convida Ally para o seu o show e a chama para o palco para cantar “Shallow” pela primeira vez. Ela se enche de coragem e “mergulha”, um sentimento bem identificável.

Quase Famosos

“Tiny Dancer” no ônibus

A banda está quase se desfazendo, William quer voltar para casa, todo mundo se sente mal, até que Tiny Dancer toca no rádio e todos começam a cantar

The Wrestler

Última luta do “The Ram”

Randy, um wrestler já longe do seu auge, tenta ter uma vida normal após um ataque no coração. Ele fracassa no seu emprego deprimente e na missão de reatar o relacionamento com a filha, o que o leva de volta ao ringue, o único lugar que foi feliz.

Comments

comments